Um livro que reflete tempos de pouco diálogo

 

 

É da conversa entre Eunãoacho e Dejeitonenhum, dois amigos inseparáveis que em nada concordam, que surge o novo livro da dupla Blandina Franco e José Carlos Lollo. A história, criada já há alguns anos e lançada agora, em julho deste ano, parece perfeita para os tempos atuais, em que diferentes lados discutem e divergem. E pouco dialogam.

Eles vivem e trabalham juntos, em um constante processo de criação - no carro, no jantar, no banho… “No restaurante sai muita coisa, a gente começa a falar besteira e ninguém come”, lembra Blandina. Outro lugar de muita inspiração é o banho, quando as ideias correm fluidas, e Lollo logo começa a desenhar e escrever nos azulejos do banheiro. Nesse borbulho de criatividade, não há tempo para brigar por coisas pequenas – e reina o tão aclamado “eu também”.

Assim aconteceu, por exemplo, com a decisão das cores deste novo projeto. Contam que ficaram em dúvida sobre a escolha, mas as cores branco e preto logo lembravam o yin yang, o azul dava uma certa personalidade ao personagem. Vermelho e preto pareciam a combinação perfeita: são duas cores fortes e pesadas, não se misturam, não são complementares. A decisão foi feita em conjunto. Provavelmente, um disse: “Acho uma boa escolha”. E o outro emendou: ”Eu também”.

Para falar sobre este novo projeto, visitamos o ateliê dos autores, que também abriram sua caixa de ideias e mostraram sua coleção de brinquedos. Um pouco desse encontro você confere no vídeo acima.

Neste post