Notice (8): Trying to get property of non-object [APP/Controller/ContentsController.php, line 270]
Histórias que nos levam a desbravar o mundo - Blog da Letrinhas

Histórias que nos levam a desbravar o mundo

 

Para os que procuram fugir do verão, trazemos aventuras no gelo. Para os que procuram conhecer outras épocas, indicamos lendas e tradições. Para os que procuram explorar novos continentes, desbravamos oceanos. Para os que procuram aventuras em lugares distantes, pescamos histórias do Japão ao Paquistão. E para os que viajam na própria cabeça, a lista inteira de livros! Desafivele o cinto da imaginação e boa viagem!

Passeio pelo manguezal

 

Em Meninos do Mangue, Roger Mello conta as desventuras da Sorte e da Preguiça, que apostam certa vez quem pescaria o siri com mais patas. A história se passa na região dos manguezais, um ecossistema que percorre toda costa brasileira, passando de Recife ao Rio de Janeiro. Ao final do livro, o autor ainda discute a importância socioambiental dos mangues brasileiros.

 

Diversidade africana 

 

Ao sul da África, escrito por Laurence Quentin e Catherine Reisser, apresenta o cotidiano e os costumes de três povos africanos: os ndebeles, da África do Sul, os xonas, do Zimbábue, e os bosquímanos, de Botsuana. Recomendado “para todos os curiosos do mundo”, o livro ainda traz jogos interativos, fotos e um catálogo dos bichos de cada região.

 

Viagem por costumes 

 

Já pensou em conhecer o Brasil por meio das histórias preservadas pela tradição oral de cada uma das cinco regiões? Silvana Salerno faz exatamente isso em Viagem pelo Brasil em 52 histórias e leva o leitor a incursionar por este país de proporções continentais. As ilustrações, que acrescentam muito ao trajeto, ficam por conta de Cárcamo.

 

Lugares de todos os tipos

 

Vamos dar a volta ao mundo?, escrito por Marina Klink e ilustrado por Cárcamo, convida o leitor a uma aventura: conhecer as belezas do planeta Terra! A partir das experiências de viagem da família Klink, a narrativa mostra as particularidades de diferentes ecossistemas, como as regiões de desertos e dos polos, e a importância da preservação ambiental.

 

Para viajantes de sofá

 

Partindo da ideia de que não é preciso sair do próprio canto para escrever sobre viagens (ou se sentir viajando), o brasileiro Arthur Nestrovski e o chileno Andrés Sandoval contam, em Viagens para lugares que nunca fui, curiosidades sobre lugares reais e imaginários. De todos destinos selecionados, desde os mais desconhecidos até os mais populares, o leitor encontra informações inusitadas que só um verdadeiro viajante conheceria.

 

Receitas que cruzam o oceano

 

Em Vovó veio do Japão, quatro autoras, Janaina Tokitaka, Mika Takahashi, Raquel Matsushita e Talita Nozomi, compartilham os ensinamentos que guardam de suas obaatians, as avós japonesas. Em cada uma das histórias, dedicadas às estações do ano, a memória afetiva de seu país ancestral é associada à comida preparada pelas vovós.

 

A mais incrível das viagens

 

O protagonista de Ah, os lugares aonde você irá!, escrito por Dr. Seuss, embarca sozinho para uma viagem de coisas jamais vividas. Nela, ele tem a autonomia de escolher seus próprios caminhos, mas também precisa aprender a lidar com o medo e a dúvida de ter tomado uma decisão errada. Para acompanhar essa jornada de altos e baixos e amadurecimento, calce os sapatos e prepare a imaginação: “Você vai para lugares incríveis!”.

 

Rios inteiros de folclore

 

Drauzio Varella já viajou mais de cem vezes pelo rio Negro procurando elementos naturais que pudessem ser usados em remédios. Nas águas do rio Negro, junto às ilustrações de Odilon Moraes, ele mergulha na fantasia e relata o que aconteceu em uma dessas viagens quando dormiu na rede, acordou sem encontrar seus colegas de expedição e se perdeu pela mata.

 

Lugares do passado

 

Histórias do pai da história, escrito por Ilan Brenman e ilustrado por Anuska Allepuz, transporta o leitor a antigos lugares, aqueles relatados por Heródoto, o primeiro historiador do mundo. A partir de seus escritos, adaptados por Brenman, dá para conhecer o modo como eram organizadas as sociedades da Antiguidade e perceber como o viajante nascido em Halicarnasso, atual Turquia, tornou-se um grande contador de histórias.

 

Amazônia diante dos olhos

 

Em Qual é o seu norte?, escrito por Silvana Salerno e ilustrado por Cárcamo, o leitor desbrava a região que abriga o maior rio do planeta e suas lendas e mistérios. O livro é um delicioso almanaque, que, além de reunir doze contos como “O Boto” e “Macunaíma e o monte Roraima”, informa sobre a geografia, a cultura, a fauna e a flora do Norte brasileiro.

 

Quando sons e cores se misturam 

 

Batuque de cores, das autoras Caroline Desnoëttes e Isabelle Hartmann, conta a história da África por meio das lembranças de viagem do vovô Moussa. Nas páginas do livro, enquanto o leitor tem acesso a imagens de peças africanas dispostas em museus, o velho senegalês, em uma troca de correspondências com sua neta Fatou, relembra o continente por aquilo que ainda ressoa em sua cabeça: as cores.

 

Incursão ao vale do Swat

 

E se as meninas que quisessem estudar corressem risco de vida? No vale do Swat, isso aconteceu quando o Talibã invadiu a região. Em Malala – a menina que queria ir para escola, o leitor conhece de perto essa história pelo trabalho jornalístico de Adriana Carranca, que foi até o local para conhecer a realidade da garota, ganhadora do prêmio Nobel da Paz de 2014.

Neste post
Acesse a Letrinhas nas redes sociais