Histórias de assombração cultivadas em família

 

Já imaginou o desespero quando um frio cadavérico sobe pela espinha ao trombar com alguém que não sabe bem quem? É claro que você só vai perceber a falta da sua carteira quando tiver corrido quarteirões e mais quarteirões, horrorizado com o fantasma do Automóvel Clube. E se a sua tia morre eletrocutada por um fio de telefone, que, mais tarde, é encontrado enroscado na tumba do tio, falecido há pouco, e que havia prometido nunca abandoná-la? Essas e outras histórias assustadoras compõem O caixão rastejante e outras assombrações, da mineira Angela-Lago. Ouça abaixo um trechinho do livro, pela voz de Kiara Terra.