Como seria um mundo mais legal?

 

 

Foi com uma rima acidental que começou O mundo seria mais legal. Na época, o autor, o ilustrador e artista plástico Marcelo Tolentino, morava em Boulder, cidadezinha dos Estados Unidos. Pensou como seria legal se todo dia chegasse um cartão-postal naquela pacata cidade. Era final de 2011, e as diversas possibilidades de frases do que tornaria o mundo um lugar mais divertido surgiriam em sua cabeça até o final de 2012, dando origem ao seu livro de estreia, que será lançado dia 7/12, em São Paulo.

 

Assim, o mundo seria bem mais legal...

"se pinguim não usasse traje social"

"se brotasse algodão-doce no quintal"

“se no deserto caísse um temporal”

 

As páginas são povoadas por situações engraçadas, acompanhadas de inusitadas ilustrações em aquarelas. O autor, que já trabalhou com publicidade e é versatil em termos de técnicas, busca a particularidade de cada trabalho que realiza. Usa carvão, nanquim, aquarela, além de muitas experimentações com colagem, massinha e café. Para O mundo seria mais legal, parece que a aquarela foi a pedida perfeita. "Casou melhor com essas situações que eu gostaria que fossem leves e divertidas", explica.

Quais são as referências que traz para este livro? “Já que estamos falando de aquarela, não posso deixar de citar meu professor, Gonzalo Cárcamo, que é um dos melhores ilustradores de livros infantis em atividade no Brasil. Outro aquarelista e contador de histórias genial é o Odilon Moraes. Com relação ao texto, a grande referência me foi apresentada pela Cida (que trabalha na Livraria da Vila e é minha livreira do coração): todos os livros da Eva Furnari”, responde de pronto.

Durante o processo de criação do livro O mundo seria mais legal, abriu uma página no Instagram e lá postava suas invenções diárias. “Foi uma forma prática para colocar a ideia em movimento, uma ferramenta que me ajudou a ter uma certa disciplina na produção, já que eu precisava manter uma periodicidade nas postagens. Conforme fui postando, algumas pessoas se envolveram e passaram a me sugerir situações. As mais engraçadas, eu ilustrei”, conta o autor, que é também ilustrador do Blog da Letrinhas e tem outros dois livros (sobre mobilidade urbana e o sentimento de perda) em fase de finalização. 

 

Anote na agenda

O que: Lançamento do livro O mundo seria mais legal

Onde: Livraria da Vila (r. Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena)

Quando: 7/12, às 18h30

Quanto: grátis

Neste post