As Áfricas que se revelam nas histórias

Vovô Moussa, o pequeno Chaka e o velho Anansi, entre outros personagens, trazem notícias de uma África cheia de cores, onde as histórias são contadas à noite e com a sabedoria de povos tradicionais. A diversidade do continente africano, de países como Senegal, Zimbábue e Mali, se revela nos objetos cotidianos, no jeito de construir as casas e nas brincadeiras das crianças. Nessa seleção, você pode conhecer um pouco da imensidão desse continente e se encantar pelas mais variadas histórias.

 

A África, meu pequeno Chaka

Autora: Marie Sellier

Ilustradora: Marion Lesage

Tradução: Rosa Freire d'Aguiar

A cada página, o pequeno Chaka tem uma nova pergunta ao avô Dembo, que pacientemente descreve as cores da África, explica quando é que a chuva vem e lembra sua infância e sua passagem para a vida adulta. As sábias e poéticas palavras do avô descrevem as mais fantásticas belezas e maravilhas da África com uma simplicidade comovente.

 

Batuque de cores

Autoras: Caroline Desnoëttes e Isabele Hartmann.

Tradução: Hildegard Feist

Vovô Moussa narra para sua neta, Fatou, os meses de viagens em que cruzou fronteiras em ônibus cheios de galinhas, seguiu margeando rios tons de ocre, adentrou florestas e desertos. Viajou do Senegal até a África do Sul, passando por 12 países. Na bagagem foi reunindo máscaras, vasos, estatuetas e tamboretes, entre outros objetos que ajudam a descrever um pouquinho mais sobre cada lugar por onde passou.

 

Ao sul da África

Autora: Laurence Quentin

Ilustradora: Catherine Reisser

Tradução: Rosa Freire d’Aguiar

No sul do continente africano, há três povos habitantes da região que resistiram e lutaram contra as colonizações: os xonas, no Zimbábue, os bosquímanos, em Botsuana, e os ndebeles, na África do Sul. Nesta obra, o leitor descobre um pouco sobre a vida, as histórias, as brincadeiras desses povos. Há várias informações sobre os animais dessa região do continente e os leitores são instigados a descobrir mais sobre eles em jogos divertidos.

 

Nyama – Tesouros sagrados dos povos africanos

Autoras: Christiane Lavaquerie-Klein e Laurence Paix-Rusterholtz

Tradução: Hildegard Feist

A força vital que anima objetos, sustenta os homens e encarna o espírito dos ancestrais recebe o nome de Nyama, de acordo com a crença do povo dogon, localizado no Mali. Mas a presença dessa força está nos mais diversos tesouros: máscaras, relicários e outros objetos feitos de madeira, contas, ouro e marfim. Confira os segredos que esses objetos carregam.

 

Anansi, o velho sábio

Autor: Kleki

Ilustrador: Jean-Claud Götting

Tradução: Rosa Freire d'Aguiar

Houve um tempo em que ninguém tinha histórias para contar, pois todas estavam guardadas num baú e protegidas por um deus. Kwaku Anansi, um velho que tinha a forma de uma aranha, decidiu se arriscar a libertar essas histórias. Este é um conto da mitologia axânti que dá origem a outros contos, que mostram a força da oralidade de muitos povos do continente.

 

O homem frondoso e outras histórias da África

Autor: Claude Blum

Ilustrador: Grégoire vallancien

Tradução: Hildegard Feist

Você sabia que na África só se contam histórias à noite? Porque é assim que a magia dos contos acontece. Após ouvir o conto, a criança cai no sono e os sonhos são alimentados com a mágica das narrativas. Claude Blum reúne neste livro 22 contos africanos, que trazem bichos que falam, inhames que viram crianças e peripécias de camponeses, reis e rainhas.

Acesse a Letrinhas nas redes sociais