A literatura e seus muitos universos

 

Em março, o carteiro levou aos assinantes do Expresso Letrinhas quatro livros escritos por mulheres, cada um com um universo a ser explorado pelas crianças, das artes ao ativismo.

O livro clássico selecionado, enviado a todos os assinantes, foi o premiado Malala, a menina que queria ir para a escola, da jornalista Adriana Carranca, com ilustrações de Bruna Assis Brasil. Para os pequenos de 0 a 6 anos, o livro escolhido foi O que eu posso ser?, uma obra que explora as formas geométricas na vida cotidiana, criada por Mariana Zanetti e Silvia Amstalden. Já aqueles com idades entre 7 e 9 anos receberam em casa Fabriqueta de ideias, de Katia Canton, um guia de atividades artísticas para fazer a festa com apenas lápis, papel, tesoura e muita imaginação. Aos maiores de 9 anos, o livro enviado foi Histórias de antigamente, de Patricia Auerbach, em que a autora conta as histórias que ouvia dos mais velhos na infância.

Como neste ano o Expresso traz sugestões de brincadeiras populares às crianças, a edição deste mês vem acompanhada de um cartão-postal explicando as regras da amarelinha. Os assinantes também receberam um giz para desenhar a brincadeira no chão e já sair pulando por aí!

Confira mais detalhes dos livros enviados em março.

 

Pelo direito à educação feminina!

 

A famosa menina paquistanesa que ganhou o Nobel da Paz por defender o direito das meninas de irem à escola tem a sua história contada neste livro-reportagem escrito especialmente para crianças. Em Malala, a menina que queria ir para a escola, a jornalista Adriana Carranca traz explicações sobre a cultura islâmica e reúne fotos da sua viagem ao Vale do Swat, onde a destemida garota nasceu. As ilustrações são de Bruna Assis Brasil.

 

Um universo de possibilidades

 

Já pensou em ser um pedaço de círculo, um triângulo ou um quase retângulo? Em O que eu posso ser?, as ilustradoras Mariana Zanetti e Silvia Amstalden exploram as possibilidades de espaços que uma forma geométrica pode assumir. São inúmeras situações que atiçam a criatividade do leitor e o inspiram a buscar diferentes formas à sua volta, nos objetos mais comuns do nosso dia a dia.

 

Mão na massa!

 

Que tal desligar por algumas horas o computador e se divertir com objetos simples como lápis, papel e tesoura? Essa é a proposta de Katia Canton em Fabriqueta de ideias, livro em que traz informações sobre alguns movimentos artísticos e convida o leitor para atividades que são pura brincadeira! A diversão é dividida em temas, como arte, ecologia, cultura, história e literatura.

 

Um mundo de antigamente

 

Como as pessoas viviam sem internet? E como eram os objetos de casa? Grandes histórias guardam aqueles que viveram em épocas bem diferentes da nossa. Histórias de antigamente, de Patricia Auerbach, traz uma boa ideia de como era a vida no tempo dos mais velhos. São histórias que a escritora ouviu em sua infância, quando passava as férias na casa de sua avó.

 

Para embarcar

O Expresso Letrinhas envia mensamente dois livros à casa dos assinantes: um clássico e outro que varia de acordo com a faixa etária escolhida. O kit também acompanha fichas com informações adicionais das obras, dicas de atividades e temas de discussão do mês, uma carteira de sócio-viajante e um cartão-postal (neste ano, com propostas de brincadeiras tradicionais!).

O livro clássico deste mês é Malala, a menina que queria ir para a escola, de Adriana Carranca, e os demais são O que eu posso ser?, de Mariana Zanetti e Silvia Amstalden (0 a 6 anos), Fabriqueta de ideias, de Katia Canton (7 a 9 anos), e Histórias de antigamente, de Patricia Auerbach.

 

Neste post